ÁREA:

 

A área total de Cubatão é de 142,3 Km² de extensão.

 

ALTITUDE:

 

Cubatão tem seu clima quente e úmido, com sua temperatura bastante variável. A umidade relativa do ar é elevada superior à 80% em certas épocas do ano.

 

LOCALIZAÇÃO:

 

Na área fisiográfica da Baixada Santista, Latitude 23º52'26"82 e Longitude 46º25'37"08.

 

 DISTÂNCIAS:

Cubatão fica da Capital à 57 km de distância. De Santos à 12 km. De São Vicente à 15 km e a 7 km de São Bernardo do Campo (até a divisa).

 

 LIMITES:

Cubatão é limitado ao Norte: com Santo André e São Bernardo; ao Sul com Santos; à Leste com Santos e à Oeste com São Vicente.

 

 POPULAÇÃO:

A população de Cubatão conforme dados estimativos do IBGE de 2006 é de 121.002 habitantes aproximadamente. (FONTE: www.ibge.gov.br)

 

 PLUVIOSIDADE:

O Índice pluviométrico é muito significativo, devido à sua localização, encravada na Serra do Mar, cercada por todos os lados de mangues, cortada por braços-de-mar e rios. Chove em Cubatão cerca de  170 dias por ano e a média das precipitações nos últimos anos é de 2.259,24 milímetros anuais. A temperatura é de 23,1 C.

 

 RELEVO:

A região apresenta uma topografia tépida, constituída por duas províncias geométricas. A área serrana, dividida em escarpas e piemontês, e a planície divididas em Morros Isolados e planícies.

 

 ENERGIA ELÉTRICA:

A tensão em Cubatão é de 220 volts, para uma freqüência de 60 ciclos por segundo (HERTZ), fornecida pela Bandeirante Energia SA.

 

 SOLO:

O Solo da área serrana faz parte de uma fração do grandioso sistema de escarpas e montanhas que se estende desde o Rio de Janeiro até Santa Catarina, o que corresponde à borda do chamado Planalto Atlântico. Destacam-se as escarpas (imponentes blocos de rochas cristalinas originada de falhas tectônicas) e os Piemontes (extensa planície de aluvionamento fluvial, formada pelos rios Cubatão, Mogi e Rios das Pedras). Há também os morros isolados, compostos por rochas cristalinas, e as planícies, constituídas de depósitos marítimos (mangues) fluviais (brejos) ou por antigos depósitos de areia de origem marítima.

 

 TRANSPORTES:

Cubatão é servido por transportes rodoviários, ferroviários, marítimo, urbano e interurbano, ligando a outras cidades, e grandes fluxos de caminhões de cargas interligando o Município com outras cidades e regiões. O transporte urbano e interurbano são feitos pelas empresas Piracicabana e Expresso Metropolitano, o transporte marítimo se da através do Porto Industrial, é servido para descarga e carga de produtos acabados e matéria-prima.

 

HIDROGRAFIA:

 

Todos os rios com exceção do Mãe Maria, pertencem à bacia do Rio Cubatão, destacando-se os Rios Cubatão, Perequê, Perdido, Cascalho, Mãe Maria, Pilões, Rios das Pedras. Há ainda três braços do Mar; Casqueiro, Sant'Ana e Paramhos. Um dos mais bonitos e mais piscosos é o Perequê.

Devido à proximidade da Serra do Mar, os rios que banham Cubatão são curtos

e torrenciais, apresentando enchentes de curta duração e pico acentuado. Como conseqüência, ocorre a formação de meandros (partes sinuosas do rio) que resultam do duplo trabalho de erosão e acumulação das águas fluviais e de mangues.

Podem ser definidos dois tipos de rios: os nascentes na Serra do Mar, como o Cubatão e o Mogi, e os de pequeno curso, praticamente de planície, como os rios Casqueiro, Cascalho e Onça, entre outros. Os rios do extremo leste são o Mogi, que nasce a nordeste de Cubatão, sendo chamado também de Ururai, e se prolonga quase até a parte central do município; o Perdido e o Piaçagüera em seu conjunto abrangem uma área de bacia da ordem de 52 km2.

A Bacia do Rio Cubatão tem uma área aproximada de 177 km2 e situa-se entre a Grande São Paulo e a Baixada Santista, na vertente atlântica da Serra do Mar. Esse rio circunda o estuário de Santos e deságua na mesma cidade através de vários canais dentro do mangue. Seus afluentes são, na margem esquerda: o Pilões, o das Pedras e o Perequê; que descem a Serra do Mar; na margem direita: o Santana, o dos Queirozes, o Córrego de Mãe Maria e o Rio Casqueiro, que une os largos da Pompeba e Caneu. Outros rios do município são: o Perdido, o Cascalho, o Paranhos, o Perequê, o Onça e o Piaçagüera. São ainda importantes, por figurarem nas delimitações municipais, o Ribeirão, o Passareúva, o Curtume da Tapera e o dos Bagres.

Mapa Hidrográfico

 

 COMUNICAÇÃO:

 

Cubatão está ligado a todo País e ao exterior, através de telefones, fax, agências EBCT, Internet, Redes e sistemas ligados a satélites.

 

Fonte: Prefeitura Municipal

              Arquivo Histórico / Biblioteca Municipal

              Livro: Cubatão uma cidade Industrial

              Guia de Santos


 

 

 

 

Aspectos Gerais - Bairros - Cadastro - Comércio - Dados Geográficos - Escolas - Entidades - Esportes - Entretenimento - Fotos

História - Hospitais - Igrejas - Indústrias - Itinerários - Jornais/Revistas - Links Cubatão - Links Federais - Localização - Mapas

Meio Ambiente - Monumentos - Órgãos Públicos - Parceria - Personagens - Prêmios - Símbolos de Cubatão - Telefones Ùteis

.